quinta-feira, 4 de julho de 2019

A felicidade do Verão.



É a felicidade, tão de Verão, este doce. Irresistível, pelas cores, pelo sabor. Difícil mesmo de resistir.

Como fazer:

Para a base:

1 pacote de bolachas digestivas de aveia ou bolacha Maria + 100 g de manteiga + gotas de leite

Rala-se as bolachas, acrescenta-se a manteiga derretida e umas gotas de leite. Coloca-se esta mistura numa forma de fundo amovível e forra-se o fundo. Coloca-se no frio.

Para o creme:

1 embalagem de queijo Mascarpone + 2 pacotes de natas + 1 lata de leite condensado + 3 folhas de gelatina

Primeiro demolha-se as folhas de gelatina em água fria. Bate-se o queijo Mascarpone e as natas até estar tudo bem firme. Adiciona-se o leite condensado e a gelatina que entretanto se derreteu em banho maria.
Coloca-se por cima da base de bolachas e vai novamente ao frio.

Para a cobertura:

Ameixas vermelhas + açúcar q.b. + 1 pisco de sal + 1 vagem de baunilha

Leva-se ao lume as ameixas descascadas e descaroçadas, partidas em pedaços, com o açúcar, a baunilha e o pisco de sal. Deixa-se ferver durante mais ou menos 10 minutos. Retira-se do lume e deixa-se arrefecer antes de levar ao frio.

No momento de servir, depois de desenformar o cheese cake, espalha-se esta mistura por cima.


quinta-feira, 30 de maio de 2019

Tentação.







E quando um bolo é uma tentação só de olhar.

Para o bolo:

1 iogurte natural + 4 ovos inteiros + 4 copos (iogurte) de açúcar + 5 copos (iogurte) de farinha +  1 copo (iogurte) de óleo + sal + raspa de um limão + 1 colher de chá de fermento em pó 

Bate-se os ingredientes todos juntos durante 5 minutos. De seguida leva-se ao forno a 180 º numa forma untada e polvilhada, durante mais ou menos 30 minutos. Faz-se o teste do palito e quando estiver cozido retira-se do forno, deixa-se arrefecer ligeiramente e desenforma-se.

Entretanto prepara-se o caramelo assim:

200 g de açúcar + 1 pacote de natas + 1 pitada de sal

Leva-se o açúcar e o sal ao lume e lentamente deixa-se fazer um caramelo muito claro. Retira-se do lume e junta-se as natas aos poucos, mexendo sempre.  Caso forme grumos leva-se de novo ao lume até que fiquem desfeitos, mexendo sempre.

Numa frigideira, sem gordura nenhuma, leva-se a torrar as amêndoas laminadas. Só até aquele ponto em que ficam douradinhas.

Quando o bolo estiver frio cobre-se com o caramelo e coloca-se por cima as amêndoas torradas.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Garibaldi.










Garibaldi. A minha versão de biscoitos que adoro. Deliciosamente simples de fazer. Mais deliciosos ainda, nos momentos a dois, com uma chávena de chá ou café. Ou a acompanhar um Vinho do Porto. Ou então a sós, roubados sorrateiramente da caixa de biscoitos. 
Com os biscoitos, os livros, as flores e a música, destes dias gloriosos de Primavera.

Como fazer:

115 g de farinha + 85 g de manteiga + 50 g de açúcar + 1 pisco de sal + 150 g de uvas passas (sem grainhas) + 1 ovo batido

Numa taça junta-se a farinha, o sal e a manteiga e mistura-se com as pontas dos dedos até formar como que uma areia molhada. Depois junta-se o açúcar e as uvas passas e mistura-se tudo. 
À parte bate-se um ovo e acrescenta-se praticamente todo à mistura, reservando um pouco. Mistura-se tudo muito bem.
Coloca-se a massa numa folha de papel vegetal e enrola-se até obter um rolo com cerca de 4 cm de diâmetro. Coloca-se no frio pelo menos 1 hora.
Depois de frio corta-se em fatias com cerca de 0,5 cm de espessura, coloca-se num tabuleiro forrado com papel vegetal, pincela-se com o restante ovo batido e salpica-se com açúcar.
Vai ao forno pré-aquecido a 180 º até os biscoitos ficarem dourados, mais ou menos 10 minutos.

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Pão-de-Ló.



Mais uma das iguarias da mesa da Páscoa. Pão-de-Ló, fofo e guloso. O que mais se gosta cá em casa e o que é feito mais vezes. Muito fácil de fazer só tem que obedecer a umas pequenas questões, o tempo de forno, basta um minuto a mais para arruinar o Pão-de-Ló, o envolver da farinha com cuidado, de preferência com a mão ou com um salazar, e, muito importante, fazer sempre o Pão-de-Ló no dia anterior a ser consumido, é sempre melhor no dia seguinte, precisa de tempo para que possa assentar.

Como fazer:

6 gemas + 2 ovos inteiros + 100 g de açúcar + 50 g de farinha (previamente peneirada) + 1 pisco de sal

Bate-se as gemas com os ovos inteiros, o açúcar e o pisco de sal durante mais ou menos 10 minutos. Depois acrescenta-se a farinha peneirada.

Vai ao forno, previamente aquecido a 200 º, numa forma forrada com papel vegetal, entre 7 a 10 minutos, dependendo do forno.

Convém ir vigiado para que não coza demais.

terça-feira, 23 de abril de 2019

Sei de um ninho.




E porque esta época do ano combina com chocolate, o meu ninho de Páscoa. Com ovinhos de chocolate e muitos fios de ovos. Uma verdadeira tentação.

Como fazer:

Para o bolo:

1 iogurte natural + 4 ovos inteiros + 4 copos (iogurte) de açúcar + 5 copos (iogurte) de farinha +  1 copo (iogurte) de óleo + sal + raspa de um limão + 1 colher de chá de fermento em pó 

Bate-se os ingredientes todos juntos durante 5 minutos e de seguida leva-se ao forno a 180º numa forma redonda, untada e polvilhada, durante mais ou menos 30 minutos. Faz-se o teste do palito e quando estiver cozido retira-se do forno, deixa-se arrefecer ligeiramente e desenforma-se.

Para o ganache de chocolate :

200 g de chocolate + 1 pacote de natas + 1 colher de sobremesa de manteiga.

Coloca-se em banho-maria os ingredientes todos e deixa-se derreter.

Para decorar o bolo:

Fios de ovos + ovinhos de chocolate

Depois do bolo estar frio, escava-se um buraco para construir o ninho. Barra-se o bolo com o ganache de chocolate. Recheia-se o buraco com os fios de ovos e decora-se com os ovinhos de chocolate.

Nota: compro sempre os fios de ovos aqui e os os ovinhos de chocolate aqui.

sábado, 20 de abril de 2019

Folar de carnes.




 

 

O percurso dos doces até aos salgados era inevitável. Por isso, aqui fica, o meu folar de carnes com uma massa muito fofa e deliciosa. O primeiro de muitos.

Como fazer:

Para a massa:

Fermento de padeiro (só utilizo comprado na padaria ou em alternativa este) + 150 ml de leite morno + 200 ml de azeite + 4 ovos + 500 g de farinha + 1 colher de sopa de açúcar + sal 

Para o recheio:

Bacon + chouriça de carne + presunto + peito de frango (assado ou grelhado)

Dissolve-se o fermento no leite morno adiciona-se 100 g de farinha e envolve-se com uma vara de arames. Tapa-se a taça e deixa-se levedar durante 15 minutos. 

Depois de levedar, junta-se o azeite, os ovos, a restante farinha, o açúcar e o sal. Amassa-se bem com a batedeira usando o gancho de amassar e deixa-se levedar novamente durante 2 horas.

Depois deste tempo acrescenta-se as carnes partidas em pedaços pequenos e envolve-se na massa. Esta massa fica parecida à massa de um bolo pelo que é  mais fácil envolver com uma colher de pau.

Coloca-se a massa numa forma untada e polvilhada e deixa-se estar mais 1 hora.

Leva-se ao forno pré-aquecido a 180 º durante mais ou menos 35 minutos.

Retira-se do forno e deixa-se arrefecer, ligeiramente, antes de desenformar.

De folha.

  



Folar de folha por ser feito em camadas de massa com um recheio de açúcar amarelo, canela e manteiga. Delicioso e com um sabor muito particular dado pela aguardente utilizada na massa.

Como fazer:

Para a massa:

1 laranja (raspa e sumo) + 50 ml de água morna + sal q.b. + 150 g de manteiga + 1 cálice de aguardente + 1 saqueta de fermento de padeiro + 500 g de farinha 

Para o recheio:

Manteiga derretida + açúcar amarelo + canela em pó 

Primeiro mistura-se o fermento na água morna. Adiciona-se a manteiga derretida, o sal, o sumo de laranja e a aguardente. Mistura-se bem e adiciona-se a farinha. Amassa-se bem até obter uma massa homogénea. Deixa-se levedar durante 2 horas.

Estende-se a massa, faz-se um rolo e divide-se em fatias.

Forra-se uma forma com papel vegetal, unta-se com manteiga e polvilha-se com farinha. 

Estende-se a massa em círculos com um diâmetro mais pequeno que a forma.

Pincela-se cada circulo de massa com a manteiga derretida, polvilha-se com o açúcar amarelo e com a canela.

O açúcar entre as camada de massa deve ser suficiente para dar doce à massa.

Deixa-se levedar cerca de 1 hora.

Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º C cerca de 30 minutos, ou até que fique cozido, fazendo o teste do palito.

terça-feira, 16 de abril de 2019

Maçã e Amêndoa em forma de flor.

 



Igualmente lindo. Igualmente delicioso. A massa é ligeiramente diferente, fica mais fofa e mais leve. 
A receita foi inspirada aqui com umas pequenas alterações. 

Esta massa resulta bem em folares doces ou salgados. 

Como fazer:

1 saqueta de fermento granulado ( uso este) + 150 ml de leite morno + 150 ml de azeite + 4 ovos + 500 g de farinha + 1 colher de sopa de açúcar amarelo + sal + 1 colher de chá de canela


Para o recheio:


4 maçãs raladas + 3 colheres de sopa de azeite + 150 g de açúcar amarelo + 100 g de amêndoa ralada


 
Dissolve-se o fermento no leite morno adiciona-se 100 g de farinha e envolve-se com uma vara de arames. Tapa-se a taça e deixa-se levedar durante 15 minutos. 


Depois de levedar, junta-se o azeite, os ovos, a restante farinha, o açúcar, o sal e a canela. Amassa-se bem (pode ser com a batedeira usando o gancho de amassar) e deixa-se levedar novamente durante 2 horas.


Depois de a massa levedar, estende-se com um rolo da massa formando um rectangulo. Espalha-se o azeite, o açúcar, a maçã ralada e a amêndoa e enrola-se como se fosse uma torta. 


Corta-se o rolo, com mais ou menos 4 dedos de largura e coloca-se numa forma, untada e enfarinhada, e deixa-se levedar novamente, tapada, até dobrar de volume.


Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 40 minutos.



Retira-se do forno e deixa-se arrefecer, ligeiramente, antes de desenformar.

Depois pincela-se com geleia de maçã.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

De rosas.

 



Nesta semana que antecede a Páscoa, algumas receitas de folares. Doces e salgados. Este é de todos o mais gostado cá em casa e por isso não pode falar à mesa por estes dias. Um folar em forma de rosas com um recheio guloso, tão bom. 

Como fazer:

1 saqueta de fermento granulado ( uso este) + 100 ml de água morna + 430 g de farinha + 80 g de açúcar + 60 g de manteiga + 50 ml de leite + sal + 2 ovos + 1 colher de chá de canela + 1 colher de chá de erva doce + 50 g de mel + doce de chila 

Dissolve-se o fermento na água morna, adiciona-se 125 g de farinha e amassa-se bem. Tapa-se a taça com um pano húmido e deixa-se levedar até dobrar de volume. 

Derrete-se a manteiga e junta-se com o mel e o leite. Adiciona-se à massa juntamente com o sal, os ovos, a restante farinha, o açúcar, a canela e a erva doce. Amassa-se muito bem, sovando a massa até estar tudo ligado.

Forma-se uma bola e deixa-se levedar novamente, tapada com o pano húmido, até dobrar de tamanho.

Depois de a massa levedar, estende-se com um rolo da massa formando um rectangulo. Espalha-se o doce de chila por toda a massa e enrola-se como se fosse uma torta. 

Corta-se o rolo, com mais ou menos 4 dedos de largura e coloca-se numa forma, untada e enfarinhada, e deixa-se levedar novamente, tapada com o pano húmido, até dobrar de volume.

Leva-se ao forno pré-aquecido a 180º durante mais ou menos 40 minutos.


Retira-se do forno e deixa-se arrefecer, ligeiramente, antes de desenformar.

Depois pincela-se com mel.


sexta-feira, 1 de março de 2019

Dos dias.












Imagens de dias lindos e luminosos, de uma primavera antecipada, no mês mais pequeno de todos.  Com as imagens dos meus dias, as noites e a comida que conforta. Simples e tão de apetecer. E o maravilhoso que pode ser tudo isto.

Como fazer:

Lombos de salmão + massa Bavette (uso esta)  + 1 pacote de natas + 1 pernada de salsa + raspa de 1 limão + pimenta preta + sal q.b. + 1 fio de azeite

Primeiro tempera-se o peixe só com sal.

Junta-se as natas com a salsa e metade da raspa do limão. Tritura-se com a varinha mágica. Tempera-se com sal, pimenta preta e o resto da raspa de limão e reserva-se.

Leva-se uma sertã ao lume e quando estiver bem quente grelha-se o peixe. Entretanto coze-se a massa, em água com um pouco de sal e um fio de azeite. Assim que estiver cozida, transfere-se para um escorredor. A seguir, leva-se de novo ao lume com o molho de natas e deixa-se estar 30 segundos. Retira-se e serve-se de imediato, que esta comida não gosta de esperar.  


Com os dias, mágicos, a música e a voz. E sim, como é maravilhoso andar por cá.


sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

❤️ Laranja & Nozes.




Laranja e nozes ou a forma de dizer amor. 

E com os biscoitos que ficam hoje, palavras de Sophia, "O amor é oferecido raramente e aquele que o nega algumas vezes depois não o encontra mais. "  

Como fazer:

1/2 chávena de açúcar amarelo + 1 pisco de sal + 1 ovo + 1/2 chávena de azeite + 1 chávena de farinha + raspa de laranja + 1/2 chávena de nozes picadas grosseiramente

Numa taça misturar o açúcar com o sal, o ovo, o azeite e a raspa de laranja e misturar com uma colher de pau. Depois, acrescentar a farinha e as nozes. 

Se massa ficar muito seca acrescenta-se mais um pouco de azeite.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, coloca-se com a ajuda de duas colheres de chá pequenas porções de massa. 

Vai ao forno, pré-aquecido a 180 º durante 10 minutos.

Depois de retirar do forno, descola-se de imediato do papel, e deixa-se arrefecer numa superfície fria.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Alegria.







Para quem, como eu, gosta da conjugação de coco e chocolate, aqui fica a receita dos chocolates que evocam lembranças da adolescência, são uma verdadeira perdição. Não há quem lhes resista. Por muito que até tentem. E às vezes até tentam, outras não. 


Como fazer:

200g de coco ralado + 1 lata de leite condensado + 150g de chocolate de leite + 150g de chocolate branco

Numa taça mistura-se o coco com o leite condensado. Forra-se uma forma quadrada, com 19 cm, com papel vegetal. Espalha-se a mistura pressionando e alisando com as costas de uma colher,  por forma a obter uma camada com cerca de 2 cm de espessura. Tapa-se com película aderente e reserva-se no frio durante umas horas ou durante a noite.

Retira-se o recheio do frigorífico e corta-se rectângulos com cerca de 5 cm de comprimento. Reserva-se durante 30 minutos no congelador.

Entretanto derrete-se o chocolate em banho-maria e com a ajuda de um garfo mergulha-se cada rectângulos. 

Dispõem-se num tabuleiro forrado com papel vegetal. Com um garfo ou uma faca faz-se umas marcas ao de leve. Leva-se novamente ao frigorífico para solidificar. 

Conservam-se em tupperwares no frigorífico até 2 semanas.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Banana + Chocolate





Para os lanches a meio da manhã ou para aqueles dias em que a noite se prolonga para lá do razoável. Queijadas de banana e chocolate. Fáceis, rápidas, saudáveis e deliciosas.

Como fazer:

1 banana madura + 1 iogurte grego açucarado + flocos de aveia (medida do copo de iogurte) + 1 ovo + 50 g de chocolate negro


Parte-se o chocolate, com a ajuda de uma faca, em pedaços pequenos e reserva-se. 
Coloca-se os ingredientes todos, excepto o chocolate, no copo do liquidificador e bate-se. 
Coloca-se a massa nas formas e por cima os bocadinhos de chocolate. 
Vai ao forno pré-aquecido a 180º durante 20 minutos.
Faz-se o teste do palito e quando estiver cozido retira-se do forno, deixa-se arrefecer ligeiramente e desenforma-se.

Inspirado aqui

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Açúcar, Canela, Limão.






Há muito tempo que não fazia bolachas ou biscoitos, mas veio a chuva e com ela uma vontade enorme de ir para a cozinha e preparar umas bolachinhas para acompanhar um chá. Os sabores só podiam ser canela e limão. Porque condizem com tardes frias e chuvosas de Inverno. E com chá e café. E com lareira e mantas.

Como fazer:

2 ovos inteiros + 1 chávena de farinha + 1 pisco de sal + 1/2 chávena de açúcar amarelo + 3 colheres de sopa de azeite + 1 colher de cha de canela + raspa de 1 limão + açúcar demerara q.b.

Junta-se os ovos com o azeite, a canela, o açúcar amarelo e a raspa de limão. Mexe-se com uma colher de pau até estar tudo bem envolvido. Depois adiciona-se a farinha e mexe-se mais um pouco.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, coloca-se com a ajuda de uma colher de chá pequenas porções de massa. Depois por cima polvilha-se com o açúcar demerara.

Vai ao forno, pré-aquecido a 180 º, durante 10 minutos.

Depois de retirar do forno, com a ajuda de uma faca, descola-se de imediato do papel, e deixa-se arrefecer numa superfície fria.